PÁGINA INICIALSOBRE MIMVÍDEOSCONTATO

3 de novembro de 2016

TUDO ou nada

3 de novembro de 2016 ///

Ás vezes temos tudo, mas será que realmente temos? Não sei explicar. Em um dia você se encontra feliz, rindo de tudo e de todos, com um largo sorriso no rosto e no outro parece que tudo isso não existiu, que aquilo que acabou de passar é apenas uma desilusão. E é aí que você se perde, não sabe mais o que fazer, se é que precisa fazer algo para se enquadrar em grupos sociais que se quer você faz questão de participar, mas que por medo de perambular sozinha por aí acaba fazendo um esforço. Acabou.

Por que as pessoas são tão cruéis? Por que a sociedade impõe que tenhamos que ser diferentes, mas ao mesmo tempo parecidos com outras pessoas para que sejamos aceitos? Não faz sentido algum. Nenhum.

O importante é ser feliz por ser você mesmo e não buscar a felicidade em um grupo de pessoas que você não se sente bem. Como já dizia o antigo ditado, amigo que é amigo se importa. Não em meu caso. Não tenho.

Magoa? Um pouco. Mas tenho minha família, que é a base de tudo, com ela sim me sinto bem, me amam do jeito que sou e sem precisar mudar. Eu amo eles e me amo muito mais que o suficiente para pensar em querer mudar por algumas pessoas que não merecem.

Um comentário:

  1. Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
    reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho.Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns, decerto que virei aqui mais vezes.
    Sou António Batalha.
    Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
    PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.
    A Verdade Em Poesia.

    ResponderExcluir


DEIXE ELA LER | COPYRIGHT © 2016 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
DESIGN E DESENVOLVIMENTO POR Escolhas Criativas